Páginas

Patrocinado

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

DOMINANDO A ANSIEDADE: Não entre em Pânico...



  “Precisamos ser pacientes, mas não ao ponto de perder o desejo;
devemos ser ansiosos, mas não ao ponto de não sabermos esperar”

                                                                           (Max Lucado)

E você, tem estado ansioso? Por quê? Pelo quê? Para quê?

Ansiedade, sentimento psicológico permeado por intensa impaciência e sensação de perigo eminente, tensão crescente e antevisão de angústia catastrófica.

É uma sofreguidão que invade a alma, sugerindo ameaças reais ou imaginárias.

A ansiedade prefigura a antecipação do carrasco, na execução da sentença de morte.

São respostas fisiológicas aprendidas em situações adversas e que se generalizam e promovem verdadeiros festivais de agitação psicomotoras, metabólicas e emocionais, desencadeando tremores, sudorese, taquicardia, falta de ar, náuseas, urgências vesicais e esficterianas, calafrios, ondas de calor, pensamentos recorrentes de ruína, perda de controle, sensações de despersonalização entre outras.

Essa ansiedade poderá tornar-se generalizada devido às frequentes sensações de desespero e aflição a que o indivíduo sente-se submetido, sendo possível o desencadeamento de fobias que podem culminar no desabrochar da Síndrome do Pânico.

Ansiedade constante é um alerta que pode disparar o gatilho para transtornos patológicos de distorções perceptivas.

Uma mente perturbada por tensões diárias, que ameaçam e desafiam os processos de desempenho emocional e comportamental, minam a resistência do psiquismo, promovendo um enviezamento perceptual.

O cérebro interpreta a ansiedade através de estados neuroquímicos, criando um “estado de ser” com respostas fisiológicas e psíquicas desfavoráveis, e ao longo do tempo, teremos um ciclo de feedback entre cérebro e corpo, totalmente disfuncional, devido a intensa carga ansiógena, desencadeada por estímulos  aversivos para o indivíduo.

Ansiedade em doses cavalares, gera experiências estressantes e desorganizam a bioquímica cerebral, que por sua vez, desestrutura o psiquismo e o organismo da pessoa.

Torna-se um círculo vicioso: ansiedade generalizada, elevação do nível de alerta com predomínio de emoções negativas, que promovem atalhos neuronais, fazendo com que o circuito límbico, especificamente a amígdala, fique em sentinela e apodere-se do controle do cérebro, mesmo que momentaneamente, através dos órgãos dos sentidos (visão, audição, tato), de forma distorcida.

O atalho neuronal, de certa forma impede ou atrasa os processos racionais do pensamento, invadindo o cérebro com sinais sensoriais, exaurindo o organismo pelo esforço intenso de alerta e defesa antecipatória.

Nesse caso é necessária uma nova reestruturação cognitiva, aprendizagem de novos comportamentos e enfrentamentos.
Vivemos em um mundo habitado por pessoas hiperansiosas: fobias, compulsões, síndrome do pânico e transtornos comportamentais diversos.

Hoje, desejo alimentar o seu espírito com uma mensagem de vida, renovação, confiança, fé e mudança de mentalidade.

A  maioria dos cristãos conhecem o Salmo: 23  (O Senhor é o meu pastor). Você conhece? Então... caminhe comigo, passo a passo, atentamente, meditando e deixando sua mente aprofundar-se e apropriar-se das verdades, promessas e significado desse maravilhoso Salmo de Davi:

O SENHOR É O MEU PASTOR;  NADA ME FALTARÁ

Imagine-se como uma ovelha, sendo   guiada pelas mãos amorosas de um pastor, que te conduz seguro, providenciando todo o tipo de provisão necessária à sua jornada nessa terra, suprindo-o de tudo o que você necessita.

Você acha isso possível? O que te falta? Alegria? Paz? Saúde? Esperança? Provisão financeira? Amor? Qual é a sua maior demanda? Ansiedade constante?

ELE ME FAZ REPOUSAR EM PASTOS VERDEJANTES

A vida da maioria das pessoas é como uma enorme roda gigante, subindo ou descendo vertiginosamente. Como é o movimento de seus dias? Rápidos e fugazes? Tediosos? 
Cansativos?  Áridos? Você corre contra o tempo? 

Aquiete sua alma e deixe-se guiar pelo doce amor de Deus...
Acalme a tormenta do seu coração, alivie toda tensão provocada pela ansiedade e agitação. Por que corres tanto?

O que buscas? Do que tens medo? Está navegando em águas profundas ou caminhando entre montanhas e vales?

Limites e fraquezas? Qual é o fardo que carregas? Insônia? Angústia? Solidão?  Luto?  Culpa?  Desprezo?  Desânimo?

Tensões interiores descontroladas minam nossa energia física, emocional e espiritual.

Deixe-se conduzir pelo bom pastor, Jesus, e repouse em paz.

Preserve sua saúde mental, alimentando a sua fé, através da oração e meditação da Palavra de Deus.

LEVA-ME PARA JUNTO DAS ÁGUAS DE DESCANSO

A vida de muitos assemelha às catadupas de uma imensa cachoeira, que despenca suas águas num fragor ensurdecedor. Fortes correntezas te levam ao desespero?  Sede?  Que tipo de sede?  Insegurança?  Fraquezas?

Imagine-se num belo lago de águas límpidas, puras e abundantes e que podem refrescar seu corpo e revigorar a sua alma. Você está sendo conduzido em segurança. Está sendo capacitado para andar sobre as águas.

REFRIGERA-ME A ALMA

Refrigério nos fala de alívio, de conforto e consolação. Ressentimentos? Falta de perdão? Amargura? Feridas? Frustrações?  Qual é o seu clamor?

Nossas vidas necessitam de restauração, ânimo novo, alento e dependência do amor de Deus.

Reavive as brasas de sua fé, mude de mentalidade.

GUIA-ME PELAS VEREDAS DA JUSTIÇA, POR AMOR DE SEU NOME

Não se perca de Deus. Decisões erradas? Escolhas infelizes? Dias sombrios? Perdido e desorientado? Falta de visão? Pobre, cego e nu? Pés tortos? Caminhos perigosos?  Deserto?  Precipício?  Vendavais?

Volte-se para Deus, Ele irá guiá-lo por onde andares.

Você ainda chegará à terra prometida... ande com Cristo.

AINDA QUE EU ANDE PELO VALE DA SOMBRA DA MORTE, NÃO TEMEREI MAL NENHUM, PORQUE TU ESTÁS COMIGO

Mortes: física, emocional, espiritual?  Noites escuras? Pedras de tropeço?  Espinho na carne? Abismo de aflições? 

Qual é a sua dor? Momentos tenebrosos? Encarcerado e algemado?

Ore! Silencie também para ouvir de Deus, certamente  Ele irá falar-te. Não deixe sua mente divagar, leve todo pensamento cativo à obediência à Cristo.  Jesus, meu amigo!

Está no corredor da morte? Então, é para você mesmo, o milagre. Acredite!

Não temas, sinta a presença de Cristo em suas circunstâncias, ainda que elas sejam impossíveis e você o maior improvável.

A TUA VARA E O TEU CAJADO ME CONSOLAM

Você perdeu tudo? Está vulnerável e infeliz?

O pastor e o seu cajado vai protegê-lo, te dará a segurança que precisas. Deus é a sua urgência e emergência.

Ele é o poderoso Deus, o nosso castelo forte.

PREPARAS-ME UMA MESA NA PRESENÇA DOS MEUS ADVERSÁRIOS

Você conhece seus inimigos?  Enfermidades?  Dores? Ciladas?  Pressões? Tentações?  Ervas  daninhas ou raposinhas?  Joio ou trigo?

O pastor de nossas almas nos conduz com poder e segurança à mesa do banquete real que nos preparou. A vitória é a nossa fé.


UNGES-ME A CABEÇA COM ÓLEO; O MEU CÁLICE TRANSBORDA

Teremos inúmeras aflições: traições, sofrimentos, humilhações e perdas, são inevitáveis. Você se sente desanimado? Desgastado? Angustiado? Desesperado?

Deus cuida de você. Você é importante, ímpar, amado e abençoado. Acredita?

BONDADE E MISERICÓRDIA CERTAMENTE ME SEGUIRÃO TODOS OS DIAS DA MINHA VIDA

Você tem esperança?  Fé?

Existe um Deus amoroso, justo, bondoso e misericordioso.

Alimente sua alma com o óleo da alegria, que é o próprio SENHOR, Ele é a alegria de toda a terra, sabia?

Deixe-se guiar pela bondade e misericórdia de Deus.

HABITAREI NA CASA DO SENHOR PARA TODO O SEMPRE

Nada, absolutamente nada, se compara ao lar.

Onde você irá habitar na eternidade?

O Senhor é o meu pastor...



Deijone do Vale
Neuropsicóloga

terça-feira, 20 de agosto de 2013

SOLITUDE: Um Exercício de Liberdade...



“Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou”.  (Gênesis 1:27)

Em nossa mente existe uma guerra em andamento, são forças mentais que se opõem umas às outras e que batalham entre si.

São processos  subconscientes, conflitos não resolvidos, apelos instintivos, afetos recalcados, atos falhos, lapsos de linguagem, mecanismos de defesa, entre outros e que requerem gastos significativos de energia psíquica.

A psiquiatria conhece o quadro clínico da “ilusão de indulto”, em que o indivíduo condenado à morte, exatamente no momento de sua execução, começa a acreditar que naquele instante receberá o indulto. É possível...

Às vezes agimos também assim: não fazemos absolutamente nada e acreditamos que tudo vai  mudar, isso é uma ilusão de indulto.

Você já teve uma intensa sensação de isolamento e vazio existencial?

Já se sentiu avulso, perdido em meio à multidão?
Desejou estar próximo a alguém que deliberadamente te evitou?

Não importa! O que realmente vale é olharmos o outro através de sua singularidade, dos apelos atemporais de seus instintos (de defesa, sobrevivência, sexual), ou estaremos apenas referendando o social, o cultural e o religioso.

Quantas vezes afastamos de nossa consciência um afeto, que insiste em permanecer, mesmo quando inconfessáveis conscientemente.

Adaptamos, para preservar a integridade do nosso ego, diminuir a ansiedade, medo e a culpa.

Resistimos em não fazer contato com nossas demandas internas, por serem (perigosas?) ou fontes de renovação?

Como equacionar este binômio intimidade X solidão.
Estar só pode ser uma necessidade epistêmica.

Solitude, esse estado de isolamento voluntário, uma escolha em estar a sós consigo mesmo, um exercício de liberdade.

Viver sozinho numa casa, nos confronta com o mundo interior, possibilita um verdadeiro mergulho em meio às nossas defesas, fraquezas e complexos.
Você já caminhou sobre gelo fino?

Podemos dar uma boa espiada em nossas possíveis misérias e fazer contato com a nossa realidade psíquica.

Estar só te amedronta?

Se você rejeitar seus momentos de solidão, provavelmente estará rejeitando uma parte daquilo que você é: interprete e autor de sua história de vida.

Eu... você... e nossa solitude de cada dia, ela nos oportuniza diálogos fascinantes, como orar e ter intimidade com Deus, e isso nos acrescenta autenticidade na impermanência da segurança e paradoxos da vida.

Luz  e sombra, tempestade e sol, ventos fortes e calmaria...Ah! Você tem uma bússola interna ou está à deriva?

Aproveite seus momentos de solitude, aquiete a sua alma, e como traduziu tão bem, esta relação do homem com Deus, o jesuíta francês do século XVIII, Louis Lallemant: “o homem que ora é capaz de realizar em um só ano aquilo que outro não consegue realizar em toda uma vida”.

Na solitude com Deus, descobrimos uma liberdade incomensurável, tão diferente da solidão compulsória de muitos.

A solitude é uma tremenda experiência de confiança, uma condição voluntária de oportunidade para compreendermos o sentido da vida, sem a colisão direta da realidade externa.

E você como tem reagido aos seus momentos de isolamento deliberado?

Então? Aproveite seus momentos de solitude, inspire graça.

O maior poder que uma pessoa possui é o poder de escolher, e dar sentido a vida é o grande desafio humano.

Afinal, o que desperta a sua paixão?

Quando descobrimos a resposta, provavelmente estaremos no trilho certo, pois quando um pensamento não sai da cabeça, não importa quanto esforçamos para isso, é algo revelador. Dê uma boa olhada em quem você é.

Você é incomparável, já ouviu isso antes?

Gosta de estar só ou se relacionar?

Relacionar é basicamente um encontro de subjetividades, singularidades e desafios.

Amor im(perfeito), amar, possivelmente a única maneira de captar outro ser humano.

É  impossível perceber a essência do outro, sem amá-lo, entender o que potencialmente nele está contido, aquilo que ainda não emergiu, e que pode vir a ser.

Da semente do trigo, só pode nascer o trigo, mas nós seres humanos, podemos nos tornar àquilo que singularmente fomos criados para ser.

Qual é o lugar do seu “eu” na solitude?  e no contexto relacional?

Qual das suas ações frente à vida, se tornará realidade?

A maior liberdade humana é poder escolher o caminho a seguir, o que leva definitivamente ao sentido da própria existência.

Chega um momento em que conhecemos muito bem, quem nos habita  e quem age em nós.

Não construa paredes à sua volta, não fique longe demais para ser abraçado, receber carinho é bom, não é mesmo?

Nosso cérebro tem um sistema especializado em detectar toques, afagos, e quando nossa pele é tocada, este carinho inibe o estresse em nosso organismo.

Bebês, por exemplo, necessitam serem tocados, para que desenvolvam de forma saudável. É fato que bebês prematuros ou que não são tocados e ficam em incubadoras, apresentam graves problemas de saúde, mas se forem tocados com carinho dão respostas à vida.

Não ignore a existência de uma esfera na qual se desenrolam processos psíquicos, que em segredo, codeterminam o que sentimos e pensamos, assim como o que fazemos ou deixamos de fazer.

Nossos anseios por proximidade e distância formam uma espécie de arcabouço ao qual integram nossas experiências de vida e nossos processos psicodinâmicos de regulação de afeto, cuja força motriz se compõe de desejos e conflitos.

Que tempestade agita o seu coração?

O meu amor por você...



Deijone do Vale
Neuropsicóloga

terça-feira, 6 de agosto de 2013

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL: O Anjo bom da Personalidade...



“0 homem é o único animal que ruboriza, ou precisa fazê-lo”
                                                                    (Mark Twain)

O controle emocional é fator essencial para o desenvolvimento das competências interpessoais, e os circuitos cerebrais da mente humana são extremamente flexíveis, devem e podem ser trabalhados.

Existem indivíduos talentosos, mas incapazes de lidar com suas emoções de forma adequada, e assim destroem carreiras promissoras, rompem vínculos afetivos e por fim afastam as pessoas de seu convívio.

Muitos se transformam em pessoas amargas, rancorosas, hostis, refletindo um padrão mal adaptativo de enfrentamento dos relacionamentos e das circunstâncias.

Apresentam emoções em ebulição, lesionando sua mente através de mágoas, ressentimentos, culpas e sentimentos de vingança ou retaliação.

Vivemos em uma sociedade de desajustados emocionais, basta verificarmos a alta incidência de crimes, vícios, suicídios, violência e abusos de toda ordem, refletem o caos interno dos indivíduos que agem (ou reagem?) movidos por impulsos irracionais que compromete toda a sua história de vida.

Somos seres de relações, queiramos ou não, e o conceito de QI (Quociente de Inteligência) alto, não garante sucesso de ninguém, mas controle emocional pode ajudar muito.

Inteligência Emocional esse poder e capacidade que alguns indivíduos expressam na identificação de suas próprias emoções e de outros, aliado à habilidade em perceber e entender sentimentos alheios.

Encorajam outros, de forma criativa, incentivando-os e motivando-os em suas demandas interpessoais a expressarem adaptativamente no contexto ambiental, e no intercâmbio social e afetivo.                                                                                                                     
Inteligência Emocional é algo que pode ser desenvolvido, alimentando nosso cérebro com ações práticas de disciplina, paciência, compaixão, lealdade, principalmente nos anos de formação das estruturas neurológicas, ou seja, na infância e adolescência.

Como você tem negociado suas emoções?

Autoconsciência, empatia, persistência em alcançar objetivos são pilares da inteligência emocional.

Cultivar uma flexibilidade mental, no sentido da paciência, da responsabilidade, da determinação, controlando e evitando sequestros emocionais, são fatores que podem alavancar carreiras, fortalecer relacionamentos sociais e afetivos.

Você é do tipo que roda a baiana por qualquer coisa? 

Se a resposta for positiva, você é um candidato a sofrer um ataque cardíaco ou um AVE (Acidente Vascular Encefálico), e se sobreviver, provavelmente terá reduzido drasticamente a sua qualidade de vida.

Como você tem expressado suas frustrações, raiva e mal - humor?

Não consegue aguardar a sua vez? Odeia esperar? Tudo deve ser feito do seu jeito e na sua hora?

Equilibre emergencialmente suas equações de vida: impulsividade X racionalidade? pessimismo X otimismo? empatia X descaso? confiança X desconfiança? Amor X ódio?

Avalie: quanta solidão, detrás desse muro de proteção! São nossos mecanismos de defesa em ação.

A Inteligência emocional é o sustentáculo em momentos de crise, ela é necessária para dar leveza às competências e habilidades.

Certamente uma percepção ampliada, como saber ouvir, dialogar sem  apriori, enfim a velha e boa conversa, tudo isso favorece nossa inteligência emocional.

Como você tem expressado suas emoções? Feridas? Amargura? Rejeição? Falta de perdão? Medo? Ansiedade? Apatia? Insegurança? Orgulho? Inveja? Covardia?...

Isso tudo aí, são expressões de uma alma engessada, e indivíduos assim, com esses tipos de feridas emocionais, dificilmente conseguem se relacionar de maneira saudável com outros.

Tornam-se medrosos, isolados, desconfiados, solitários, então... comece já, a faxina mental...

Nosso cérebro é um sistema complexo de relações com o mundo externo, e é através da especificidade das vias neuronais (áreas sensórias: ópticas, olfativas, motoras...) é que nos relacionamos e exprimimos nossas emoções no meio ambiente, social e neurobiológico.

Educação emocional é a chave para adultos amadurecidos psicologicamente.

Muito do que somos cabe à herança genética, mas a ótima notícia é o fato de que nosso cérebro possui neuroplasticidade, podemos assim modelar nossas experiências emocionais, aproveitando as fases da infância e adolescência, que são janelas críticas de oportunidade para determinar hábitos emocionais que irá governar nossas vidas.

Se chegarmos à maturidade sem este domínio no campo emocional, provavelmente seremos adultos violentos, compulsivos por drogas, comida ou sexo.
Seremos adultos solitários, revoltados e carentes em nosso psiquismo.

Preparar os jovens para a vida: ensinando-os a ter consciência de seus atos, ter autocontrole, estimulando a compaixão, a paciência, aprender a respeitar limites, tão necessário neste mundo caótico e sem fronteiras.

Temos que reconhecer, em pleno século XXI, estamos vivenciando uma violência endêmica, é um tempo de vítimas e verdugos, onde a loucura não é um fenômeno meramente individual, mas social.
Que mundo é esse? de pessoas  inquietas, angustiadas, desnorteadas e incrédulas?

Funções mentais desconectadas, desestruturadas nos impedem de percebermos nossos sentimentos quando estes ocorrem, e o que dizer dos sentimentos alheios?

Inteligência Emocional pressupõe intuição ao lidar com situações desafiadoras, é o anjo bom da nossa personalidade.

Como levar inteligência à emoção?

Algum dia você esmagou sua racionalidade por um sentimento? Sua vontade está em baixa? Como melhorar o autocontrole?

Bem, tudo que reduz o estresse e melhora seu humor funciona como uma fonte de energia para recarregar a sua força de vontade e promover ações e comportamentos sensatos e equilibrados.

Todos nós em alguma medida conhecemos pessoas que se superaram, então tenha como padrão de superação estas pessoas, afinal força de vontade é contagiante.

Não esqueça sua performance física, coma proteína, seu cérebro gasta energia  e se o nível de glicose no sangue caí, fica difícil para nosso cérebro concentrar.
E por falar em proteína, você logo imaginou carne, não é?  Já experimentou quinoa? 

É um grão e até prova em contrário, é o único alimento do reino vegetal, que possui todas as proteínas da carne. É riquíssima em proteína e muito mais saudável.

Minha receita para você é lascas de abobrinha verde com casca, salteada no azeite de oliva para ficar crocante, picadinho de tomate italiano com manjericão fresco fatiado fininho e quinoa ( 1 xícara (chá) de semente de quinoa cozida por 20’ minutos em 1 xícara e ½ de água com uma pitada de sal). Misture tudo e tempere com gotinhas de limão, um fio de azeite doce e sal a gosto. Você vai gostar, a quinoa substitui o arroz e ela tem uma textura incrível e é extremamente nutritiva.

Pessoas cansadas, fadigadas, são levadas facilmente a perder o controle de seus impulsos, por isso procure descansar e quem sabe até tirar um breve cochilo durante a tarde, você irá renovar o seu cérebro, restaurando sua capacidade criativa.

Afie suas faculdades mentais, seja na culinária, no jogo de xadrez ou praticando jardinagem.

Tenha um canteiro no seu jardim, de plantas aromáticas como o manjericão, alecrim, erva cidreira, salsa, o meu canteiro está maravilhoso neste mês de agosto/2013. Quando entrar setembro, então... é primavera, não é?

E finalmente para relaxar as tensões do dia a dia beba um chá delicioso feito com folhas de manjericão, (de preferência frescas colhidas no jardim), é muito prazeroso plantar, colher e desfrutar.

Ferva 2 xícaras (chá) de açúcar com 2 xícaras de água, despeje quente sobre um punhado de folhas de manjericão  (2 xícaras (chá) de folhas de manjericão), abafe e deixe de infusão por 15’ minutos.

Coe e despeje sobre ½ Kg de morangos frescos fatiados (são 2 caixinhas de morangos), deixe descansar por  20’ minutos e aí acrescente 6 xícaras de água mineral. Despeje tudo em uma jarra de vidro e leve a geladeira e vá tomando durante todo o dia. É antioxidante, combate os radicais livres do nosso organismo e acalma o estomago.

Você vai gostar muito, dessa mistura de manjericão e morangos é algo fascinante, ver os pedaços de morangos flutuando na jarra e sentir o sabor incomparável.

É relaxante preparar o seu chá e a sua própria comida, portanto aprenda a cozinhar, exercite sua paciência, esperando o ponto certo dos alimentos de sua receita favorita.

É um bom treino emocional, e como expressou o filósofo existencialista, Martin Heidegger: “Somente o discurso verdadeiro possibilita o silêncio autêntico”.

Aceita um xícara de chá?  É manjericão e morangos...

Deijone do Vale
Neuropsicóloga